Voce esta aqui: Home/ Destaques / 3 boas práticas na gestão de base de dados de clientes

3 boas práticas na gestão de base de dados de clientes

Os esforços para conquista de clientes constituem um importante processo no qual a empresa precisa investir continuamente, já que é isso que sustenta seu negócio.

No entanto, quer seja pelo surgimento de dúvidas na hora de trabalhar uma base de dados já existente para prospecção ou dificuldades de encontrar informações, muitas vezes uma organização se vê envolta em dúvidas na hora de partir para a ação.

Se você enfrenta esse desafio em sua empresa, precisa entender como boas práticas de gestão ajudará  a quebrar essa barreira!

Confira a seguir:

1 – Aprenda a organizar dados de clientes

Comece por estruturar sua base de clientes e classificar as informações que tem sobre eles, podendo assim identificar em quais pontos estão as dificuldades em preencher requisitos e o que precisa e pode ser feito para melhorar.

Uma das boas práticas que auxiliam no alcance desse objetivo é analisar e qualificar os dados disponíveis, de modo que você possa ter uma ideia mais adequada das possibilidades que sua empresa tem e do que está faltando para que o trabalho de prospecção seja feito de forma mais efetiva.

Em segundo lugar, é válido lembrar que boas práticas na gestão de base de dados de clientes não visam somente levar em consideração um aspecto, mas sim vários. Construir uma carteira de clientes confiável é um propósito que percorre várias etapas.

“Na verdade, o trabalho que envolve gestão da base de clientes se divide em duas frentes: a manutenção (fidelização) e novas procuras.”

Tanto para uma coisa quanto para outra, a atenção sobre os cenários dos clientes para identificar oportunidades e também riscos é de suma importância, ainda mais devido ao fato de a conjuntura do mercado ser dinâmica (fazendo com que o que hoje pode ser inviável amanhã represente ótimo negócio).

2-  Olhe para novos mercados e defina estratégias

Se deseja conquistar possíveis novos clientes e sua distribuição é regional, por exemplo, cabe começar a olhar para os mercados ao redor de sua área de atuação e definir quais deles merecem maior atenção na busca.

Você também pode considerar encontrar prospects em locais nos quais sua empresa pretende estender investimentos diretamente ou onde, independente de aumento de infraestrutura física em si, possa oferecer produtos e serviços com a mesma qualidade de que os clientes da região já usufruem.

Com a tecnologia, aliás, dependendo do tipo de negócio que ela realiza, as possibilidades não se restringem a limitações geográficas e aí está o grande benefício de considerar ampliar sua rede de clientes.

De acordo com seu tipo de atividade, o ideal é analisar e traçar um cenário de quais locais oferecem potenciais clientes e quais prospects estão em uma zona (física ou não) considerada estratégica para a empresa.

A partir de então — e de preferência com o auxílio de  medidas cautelosas na análise de cenários, concessão de crédito e previsibilidade de riscos — você poderá ajustar sua conduta de abordagem, propostas e negociação para que o potencial de sucesso ao fechar novos contratos seja muito mais seguro.

3 – Conte com uma ferramenta que lhe dê agilidade e precisão

Em seguida, cabe dizer que, muitas vezes, acostumado com métodos mais tradicionais de prospecção, você pode não ter se dado conta do valor que uma ferramenta aliada na busca de novos clientes  pode agregar ao seu esforço.

O mais importante disso é que existe a necessidade de sua base de clientes ser específica e ajustada ao tipo de cliente que você pode atender e, muitas vezes, simplesmente ter uma relação de prospects que não sejam  qualificados para o seu negócio, será inútil na geração de resultados.

Se você já utiliza algum sistema para gerir sua base de dados, verifique a possibilidade de atuar com uma solução integrada que te ajude a aumentar a agilidade e qualidade desse trabalho feito por lá.

Uma plataforma como a opção InfoBusca, auxilia as empresas a validarem dados de entrada no momento da captação e a localizarem clientes e prospects de seu real interesse com mais facilidade e prontidão.

Aumente, localize e identifique clientes e prospects e ajude sua empresa a vender mais!

Portanto, caso sinta dificuldades em realizar todo esse trabalho sozinho (o que é muito comum), nada melhor do que recorrer a uma ferramenta especializada.

Assim, você poderá ter maior precisão e confiança na geração de uma base de dados certeira — que é o principal ponto de partida.

Além do mais, pode conseguir maior eficiência nas fases seguintes, já que terá como diminuir o tempo de cadastro de novos clientes, confirmar dados online em tempo real e melhorar a qualidade de sua base mantendo-a atualizada.

Por fim, outra grande vantagem é que poderá personalizar propostas no momento do atendimento, aumentando consideravelmente as chances de seus clientes fecharem mais negócios.

Fonte: Blog – Serasa Experian

Deixe um comentario

Copyright © 2011 E.R.Tecnologia. Todos os Direitos Reservados.