O que fazer enquanto os turistas não podem viajar?

Nesse momento nunca antes vivido, é fundamental manter a calma e viver um dia de cada vez. Ainda não sabemos quanto tempo a quarentena vai durar e muitas são as notícias que chegam, todas com incertezas. Para atravessar esse momento, preparamos algumas dicas que podem ajudar a sua empresa do setor de Turismo.

Antes de começar, faça um check list e confirme se já tomou as providências abaixo:

  • Manter as atividades e contatos possíveis da empresa por meio online. Veja quais tarefas sua equipe pode fazer em home office, mantenha contato com fornecedores e clientes por canais a distância/ virtuais.
  • Estruturar um canal de atendimento aos clientes para fornecer respostas e soluções, tanto de viagens previstas que precisam ser canceladas, como de futuras reservas que serão mantidas, assim como outros assuntos.
  • Comunique em todos os canais de sua empresa quais as medidas que estão sendo tomadas com relação à política de cancelamento:
    • Quanto a política de cancelamento, flexibilize a remarcação do seu cliente e evite o cancelamento – que tem como consequência o reembolso. Nesse momento, reservas futuras (mesmo sem data marcada) podem garantir o seu fluxo de caixa mínimo.
    • Estruture canal de atendimento facilitado, que dê conforto ao seu cliente e o deixe seguro para utilizar o crédito da sua reserva futuramente.
    • Aproveite esse momento para demonstrar todos os serviços futuros que ele poderá acessar. Apresente os benefícios.
    • Crie conteúdos que demonstrem a experiência futura que ele terá. Reforce a mensagem que, no momento, o cliente precisa ficar em casa, mas em breve o seu serviço/ produto estará ainda melhor pra ser desfrutado.  
  • Planeje como irá administrar sua empresa nesse momento de paralização:
  • Analise quais contratos podem ser ajustados e, depois, negocie com os fornecedores.
  • Isole ambientes que ficarão parados durante este período.
  • Acompanhe e planeje o fluxo de caixa. Importante analisar conta por conta para diminuir custos no que for possível.
  • Atenção às medidas econômicas anunciadas pelo governo e bancos para apoio aos pequenos negócios e ao seu setor.  O turismo é o setor mais afetado com a crise sanitária e e deverá receber apoio diferenciado:
    • Converse com seus agentes financeiros sobre linhas de créditos e flexibilização de pagamentos de empréstimos. 

Quando todas essas medidas emergenciais e de adaptação estiverem em curso, comece a pensar na sua retomada e o que pode ser feito nesse período. Vamos às dicas? 

  • Governança do seu destino. Esse é o momento união e troca de boas práticas. Seja ativo, faça parte de grupos on-line de empresários do seu setor e busque soluções conjuntas.   
  • Reflexão sobre o seu negócio. Analise como ele está posicionado. Se reorganize para quando essa fase passar e a sua empresa retorne mais fortalecida.  
  • Reveja as rotinas. Avalie como ser mais produtivo, busque conteúdo sobre este tema e planeje como implementar na empresa.  
  • Campanhas de marketing. Pense em campanhas associadas ao destino turístico que está inserido.  
  • Avalie novos canais de comercialização e mantenha ainda mais forte os que a empresa já tem.  
  • Mantenha o engajamento do turista nas redes sociais. O turista é o parceiro do seu empreendimento e/ou destino turístico.  

Não esqueça: esse momento vai passar e você precisa estar preparado para voltar com tudo! Seus clientes vão retomar a rotina, os planos e sonhos com força total, ávidos por experiências únicas e viagens inesquecíveis!

Escrito por Germana Magalhaes, coordenadora do setor de Turismo Sebrae Nacional.

_________________________________ 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *