Aciai faz parceria com a Fomento Paraná para ofertar crédito a empreendedores

Uma parceria entre a Fomento Paraná, a Associação Comercial e Empresarial de Irati  (Aciai) e a Prefeitura de Irati, vai acelerar a oferta de crédito para apoiar projetos de empreendedores de Irati e região a partir dos próximos meses.

O presidente da Aciai, empresário Oscar Muchau, acompanhado do secretário municipal de Desenvolvimento, Luis Antonio Andreassa, e o vereador Rogerio Kuhn foram recebidos pelo presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa, na sexta-feira (7). No encontro foi discutida a formalização dessa parceria, que prevê a criação de um espaço e da contratação e capacitação de um agente de crédito para atuar na Aciai para oferta de linhas de crédito aos empreendedores locais.

Juraci Barbosa disse que o arranjo, com a participação da Prefeitura, da Câmara e do empresariado, tem tudo para dar certo. “Há muita coisa que pode ser feita quando as entidades e os atores se unem em torno de um projeto de desenvolvimento para a cidade”, afirmou.

“A Fomento Paraná está disponível para apoiar esse projeto. E vale também para o setor público, nossas linhas de financiamento atendem obras de infraestrutura, compra de máquinas e equipamentos, quando projetos de modernização tributária, para modernização do transporte público, e até para ajudar a consolidar uma área especial do município para atrair empresas”, destaca Barbosa.

Para o presidente da Aciai, a parceria vai dar um upgrade nas ações da associação junto ao empresariado. “Ficamos muito satisfeitos com essa reunião. Só ouvimos coisas que dão perspectivas para o crescimento de Irati e região. Teremos oportunidade, após nos capacitarmos, de promover a oferta de crédito na própria Associação Comercial, e potencializando o trabalho que a própria prefeitura já faz com o microcrédito, que com um novo impulso deve melhorar muito”, afirmou Muchau. “Uma vez que estamos irmanados nesse projeto, só tende a dar resultado positivo e quem ganha é a cidade e a região, os empresários, as pessoas, o cidadão. Porque desenvolveremos a nossa cidade e região”.

O prefeito de Irati, Jorge Derbli,  ressalta que o trabalho de parceria entre a Prefeitura e a Aciai é a melhor forma de fazer nosso município crescer. “O que estamos buscando é atender todo o tipo de empresa com as mais variadas linhas de crédito existentes pela Fomento Paraná para alavancar a nossa economia”, destaca.

“Queremos que os micros, pequenos e grandes empresários sejam beneficiados, porque assim, todos os segmentos do comércio poderão oportunizar novas vagas de emprego que tantos cidadãos iratienses necessitam”.

O secretário de Desenvolvimento Luis Antonio Adreassa, que representou o prefeito Jorge Derbli, disse que a renovação da parceria com o município vai criar uma motivação a mais. “Já estamos capacitando as pessoas certas e tenho certeza de que esse projeto vai fluir muito bem. Os agentes estão em Ponta Grossa fazendo essa capacitação e a partir da próxima semana vamos poder começar a ofertar o microcrédito novamente em Irati”, estimou o secretário.


FOMENTO PARANÁ

A Fomento Paraná é uma instituição financeira de desenvolvimento do Governo do Estado. A atuação dessa empresa pública é voltada a projetos de investimento públicos e privados. No setor público a instituição financiou mais de R$ 1,2 bilhão em projetos de municípios para obras de infraestrutura e aquisição de máquinas e equipamentos, desde 2011, na gestão Beto Richa.

No mesmo período a instituição contratou mais de R$ 800 milhões em crédito para apoiar projetos de empreendedores de micro, pequeno e médio porte, com linhas de financiamento a partir de R$ 300,00, até R$ 20 milhões.

Mais de 80% dos contratos são de microcrédito, em valores de até R$ 10 mil para empreendedores pessoa física, como profissionais liberais ou informais, e até R$ 20 mil para empresas já formalizadas como Microempreendedor Individual ou EIRELI (Empresa Individual de Responsabilidade Limitada).

Os recursos podem ser usados para construção, reforma ou ampliação de instalações; compra de máquinas, equipamentos e ferramentas; treinamento de pessoas, aquisição de licenças de software, e também como capital de giro, para manutenção da empresa, compra de estoques de mercadoria, etc.

O acesso ao microcrédito se dá por meio da rede de agentes de crédito que em dezembro de 2016 cobria 266 municípios, com 340 postos de atendimento. Graças à expansão e à capacitação dessa rede de agentes, o número de operações contratadas de microcrédito e o número de contratos ativos apresenta evolução constante e significativa, ano a ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *