Crescimento de empregos

Paraná mantém crescimento na geração de empregos

O Paraná é o quarto estado brasileiro que mais criou empregos em janeiro. Foram 14.463 contratações – 9.006 no interior e 5.647 na Região Metropolitana de Curitiba. Os números são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

Os dados também indicam que a taxa de crescimento do Paraná em relação ao estoque de mão de obra foi de 0,59%, maior que a média do País (0,31%). No acumulado dos últimos 12 meses, o saldo de empregos gerados atingiu 121.988, o melhor desempenho da região Sul. No acumulado dos últimos 12 meses, 1.567.477 pessoas foram contratadas com carteira assinada no Estado e 1.445.489 foram demitidas.

De acordo com o secretário de do Trabalho, Luiz Claudio Romanelli, agora são 2.515.596 paranaenses trabalhando com carteira assinada. “Temos mais de 13 mil ofertas de trabalho apenas no Sistema Público de Emprego. A meta do governo é promover o encontro entre trabalhador e empregador, o que aumenta ainda mais o número de contratações e mantém a economia paranaense aquecida”, diz.


SETORES

O setor de serviços registrou o maior número de contratações: 7.811, com destaque para o comércio e administração de imóveis, que abriu 3.630 vagas. Alojamento e alimentação geraram 3.201 empregos, transporte e comunicação, 628, e medicina e odontologia, 461.

A indústria de transformação foi o segundo setor que mais gerou empregos, 3.941. Na área têxtil e de vestuário foram abertos 1.400 postos de trabalho. O setor de mecânica foi responsável por 902 vagas e o de química, por 698. Em seguida, aparecem madeira e mobiliário (690), couro e borracha (527) e metalurgia (413).

Outro destaque foi a construção civil, que a cada mês apresenta novo crescimento. Em janeiro, foram 3.819 novos empregos gerados. O comércio apresentou saldo negativo de 680 empregos. Outros dois setores também tiveram decréscimo em janeiro: agropecuária (-202) e administração pública (-78). A utilidade pública contratou 20 pessoas e a extrativa mineral abriu 22 vagas.

BRASIL

De acordo com o Ministério do Trabalho e Emprego o País teve um saldo líquido de 118.895 empregos. O volume é 21,83% abaixo do resultado de janeiro do ano passado. No Paraná, o saldo negativo foi de 301 empregos em relação ao mesmo mês de 2011.

Fonte: aen.pr.gov.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *