ACIAI Realiza Ciclo de Debates

ACIAI REALIZA CICLO DE DEBATES  SOBRE DESENVOLVIMENTO ECONOMICO PARA IRATI

A partir da constatação das dificuldades que os municípios enfrentam para implantar programas que contribuam para a geração de emprego e renda, fomos buscar experiências de outros países, para verificar in loco, quais mecanismos foram utilizados, e que transformaram significativamente a realidade local.  A exemplo da região de Emilia Romagna, na Itália, referência mundial para as cooperativas e região onde a maioria das empresas de sucesso são micro e pequenas empresas.

O primeiro debate aconteceu dia 17/11  entre os diretores da Aciai para identificar novas oportunidades de negócios, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento socioeconômico do município, além de  buscar integrar as lideranças empresariais locais e dessa forma promover o fomento de novos empreendimentos na região.

ciclo-debates1

As propostas escolhidas foram na área do agronegócio e madeira, produtos facilmente encontrados na região e que podem ser transformadas em alternativas de negócios sustentáveis, utilizando as potencialidades do município ,  gerando novas vagas de emprego e renda.  A Agropecuária tem participação importante no PIB do município , representando 27,88% do total, segundo o IBGE.  Irati é a maior produtora de cebola do Paraná o que corresponde a 25% de toda a produção estadual. Além de  produzir outras culturas, o município ainda tem significativa produção frutífera, como o pêssego, por exemplo. Setor que deverá ser incrementado, caso o projeto do agronegócio seja concretizado.

No dia 25/11, as propostas foram apresentadas ao poder executivo, e contou com a presença do prefeito municipal, Sérgio Stocklos, departamento jurídico, secretários municipais, lideranças empresarias e entidades como Fiep, Sindicato Patronal da Madeira, Senac e instituições financeiras.

ciclo-debates2-prefeito-sergio-stocklos

Sérgio Stocklos, citou a importância de entidades como Aciai, Sesi, Senai, Senac, Sebrae para o município e falou da importância  em traçar metas , e buscar atingi-las , não importa quanto tempo pode demorar. As parcerias são importantes, e o incentivo e apoio é crucial.  O prefeito municipal parabenizou os envolvidos, em especial à Aciai, como autora da iniciativa, e mostrou-se receptivo às idéias e colocou-se como parceiro, oferecendo o espaço físico para instalação dos projetos.

Na oportunidade, Silmar Dietrich, comentou sobre a reformulação da lei que prevê incentivos para as  indústrias e prestadores de serviços que desejam se instalar em Irati. Irati perde em competitividade em relação a outros municipios , porque tem poucos incentivos devidos e outros entraves.  Um  dos objetivos desta lei é a alteração na doação de terrenos para as empresas., incluindo as empresas já instaladas.

O poder público dever ser um incentivador e viabilizador de projetos, mas a direção  deve surgir da iniciativa privada, o empresariado deve definir  qual rumo ou setor deverá o município apoiar ou viabilizar sua implantação, concluiu o prefeito.

ciclo-debates3

Maria Fátima Jenczmionki, presidente da Aciai,  comentou a repercussão positiva que a iniciativa teve, e demonstrou o orgulho que a Aciai sente  em ser a anfitriã de um programa que trará benefícios para a população, e ressaltou que o projeto não é da Aciai, mas de todos os que estão comprometidos em transformar boas idéias em resultados. “Sabemos que estamos plantando uma semente, que irá florescer lentamente e gerar frutos para quem sabe nos próximos 5 ou 10 anos, onde a  participação efetiva de instituições como o Sebrae, Senac, Senar, Fiep e sindicatos, com treinamentos, capacitação e orientação, será fator preponderante para o sucesso, do projeto. “concluiu a presidente.

O ciclo de debates deste ano será encerrado no dia 07 de dezembro, quando o programa será apresentado aos vereadores municipais. O início das ações está marcado para o dia 25/01/2011.

As propostas apresentadas pela Aciai, serão focadas em duas áreas:

AGROINDÚSTRIA– O campo será o grande gerador da matéria-prima para este agronegócio,  no ramo de fabricação de doces, geléias, compotas e polpa de frutas. Outra ramificação deverá ser explorada será o de conservas e produção de ervas, tanto para temperos quanto para a produção de chás. Este projeto deverá fortalecer e beneficiar as pequenas propriedades rurais não só de Irati, mas da região, uma vez que somente a produção local, possa não atender ás demandas.

INCUBADORA MISTA DE EMPRESAS– será instalado em uma área,  pequenos negócios de indústria transformação , como congelados, massas alimentícias, doces, bolachas, produtos caseiros. Neste projeto estará previsto toda a estrutura para que esses pequenos empreendimentos se tornem viáveis e sejam formalizados, propiciando competitividade e qualidade dos produtos. Será disponibilizado toda a estrutura que uma empresa necessita para desempenhar suas atividades, como assessoria contábil e empresarial, e treinamentos. A empresa poderá participar do projeto até  o empreendimento estiver consolidado e possa ser gerido pelo empresário de maneira sólida e rentável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *